Pizza de espelta com tomate e mozzarella fresca | Receita biológica

Acreditem ou não, não sou escrava da balança. Mas gosto de me alimentar bem, tenho prazer quando como comida saudável e os ingredientes frescos e biológicos são os que me sabem naturalmente melhor.  Mas, depois de um fim-de-semana de festa – a Camila fez dois anos! -, onde houve um verdadeiro banquete, tudo o que apetecia era uma refeição ligeira e de preferência que não me desse muito trabalho a preparar. A massa levedou durante a manhã e ao almoço estava pronta a ir ao forno. Esteve um domingo urbano-depressivo, onde não se viu o sol e, sobretudo por isso, precisava mesmo desta cor toda. De a trazer para dentro de casa, já que sair não foi uma opção. É mais uma sugestão deliciosa para miúdos extensível aos graúdos. INGREDIENTES [1 pizza grande ou 2 individuaiss] Para a massa 200 ml de água morna 45 g de azeite virgem extra 1 colher de chá de sal fino 200 g de farinha de espelta branca 200 g de farinha de espelta integral 5 g de fermento de padeiro seco Para o recheio 1 fio de azeite biológico 1 cebola biológica, picada 2 dentes de alho biológicos, picados sem gérmen 5 tomates-cacho,...

Continuar a ler

Leite dourado ~ Golden Milk | Receita Biológica

O leite dourado é a mais recente coqueluche entre os adeptos do fitness. E é um daqueles casos raros 10 para 1: no meio de tanta estupidez, alguém teve uma boa ideia. Isto dito assim, sem tom de voz, pode soar agressivo, mas é a mais crua realidade: a parafernália de dietas ou combinações que surgem dia sim dia não são quase todas um engodo, não são adequadas para o comum dos mortais, e só aumentam a desinformação. Mas o leite dourado é, como dizia, uma óptima excepção. A junção de especiarias torna-o num poderoso termogénico (ideal para a queima de gordura), antioxidante e anti-inflamatório, além de ajudar a fortalecer o sistema imunitário, nomeadamente prevenindo constipações. Como se isto não bastasse, é delicioso – e eu era especialmente céptica neste aspecto, até o experimentar. Até aqui, passava as minhas noites com a fiel companhia do chá, entre mantas, livros ou Netflix. Desde que fiz leite dourado, o chá deixou de ser o meu único sinónimo de bebida de conforto saudável. É rápido de fazer e não me acrescenta gramas desnecessários à balança. Pelo contrário, ajuda-me a eliminar os excessos e a dormir melhor. Neste caso em particular, sugiro que, sempre que,...

Continuar a ler

Pão de banana e cacau | Receita biológica

O pão de banana é uma das minhas receitas-salvação (ou deverei dizer perdição?!) sempre que quero um lanche rápido, saudável e guloso. Ou então a melhor desculpa para não desperdiçar bananas demasiado maduras. Chamo-lhe pão de banana porque a textura assemelha-se mais à de um pão do que à de um bolo, mas é doce o suficiente para recriar o ambiente de gulodice que costuma bater à porta ao fim-de-semana.   Já aqui tinha feito uma outra versão e não querendo ser – nada! – parcial, esta é melhor.  A ideia de lhe juntar drops de cacau artesanal e biológico e imaginá-los a derreterem-se com o calor do forno é superlativa. Gosto, por isso, de ser generosa nesta parte. 🙂 Outra sugestão apetitosa: adicionar framboesas. A Catarina Trindade, nutricionista pediátrica – façam um gosto nesta página, por favor – validou a receita e ainda acrescentou um “parece uma delícia”. E é mesmo.  INGREDIENTES [a partir dos 12 meses] 140 ml de bebida de aveia (usei Oatly) 125 g de açúcar demerara biológico + extra para polvilhar 2 ovos biológicos 1 colher de chá de aroma de baunilha 3 bananas maduras biológicas, esmagadas 80 g de farelo de aveia biológico Próvida 220 g de farinha,...

Continuar a ler

Polenta cremosa com legumes assados, cebolinho e ovo | Receita biológica

Descobri o Época há relativamente pouco tempo e passo lá, quase todos os dias, boa parte do meu intervalo de almoço. Tenho provado de tudo um pouco – sobretudo as bebidas – mas o que eu gosto mesmo é quando decidimos ficar para almoçar. Num destes dias havia polenta cremosa. Algo idêntica a esta receita que hoje vos trago e que recomendo com todas as letrinhas, sinónimos e vontade possíveis e imaginárias que cabem no verbo recomendar. Vão. Depois, é claro, vim para casa cheia de vontade de replicar isto, a verdadeira comida de conforto. A polenta é um ingrediente com as suas idiossincrasias, requer paciência, tempo e uma exacta quantidade de água. Explico-vos tudo na preparação, mas, por favor, não deixem de fazer em casa: comer para crer.  O combo legumes assados biológicos (cenoura e cogumelos shiitake) com azeite, feta, ovo e cebolinho fizeram desta a melhor refeição caseira dos últimos tempos (meses?). Acho que é redundante dizer onde podem encontrar estes ingredientes, que são um bálsamo para o estômago, mas cá fica.  Aquela primeira foto é mesmo para deixar água na boca. INGREDIENTES [2 pessoas] 1 chávena de polenta (sêmola de milho) 4 chávenas de água a ferver 3 cenouras,...

Continuar a ler

Cevadinha de couve-flor e bacalhau | Receita biológica para bebés e crianças

A Camila está prestes a fazer dois anos e procura sabores diversificados. Prefere batatas assadas a arroz demasiado cozido, esparguete a estrelinhas, enfim, comida com textura por comparação àquela demasiado liquefeita. Os tempos mudaram – e ainda bem! – e nós adaptámo-nos.  À excepção da sopa, que ainda faço duas separadas pela questão da proteína, a restante maioria dos pratos principais ela come connosco. A companhia de estar à mesa é de longe o que mais lhe agrada. Hoje – sim, foi mesmo hoje ao almoço -, fiz-lhe cevadinha pela primeira vez. Fonte de fibra e com baixo teor de gordura, a cevadinha é uma excelente alternativa ao arroz com a mesma versatilidade: podemos adicionar-lhe todo o tipo de legumes e/ou proteína. O grão é mais duro e de cozedura mais lenta que o arroz e, como tal, este prato não é indicado para bebés que não tenham as mandíbulas suficientemente treinadas e dentes capazes de moer. Todos os ingredientes estão disponíveis, como sempre, no espaço Bio & Natural do El Corte Inglés Gaia-Porto. Continua a ser, sem dúvida, o meu sítio preferido para explorar ingredientes e novas combinações e o único onde sei que vou encontrar aquilo que preciso,...

Continuar a ler