Farinha de pau com tomate, agrião e frango [receita biológica para bebés]

A Camila é um bom garfo – ou, no caso, uma boa colher – e cozinhar para ela tem sido um prazer. Inicialmente, a sopa era um problema que eu resolvi… insistindo. Não lhe dei alternativa e não saímos da cadeira enquanto pelo menos uma concha não estivesse comida. Cada mãe ou pai terá o melhor método para lidar com o seu bebé, mas eu decidi que seria assim. Não havia papa em substituição, nem sobremesa enquanto não comesse pelo menos uma parte da sopa. Não foi sempre fácil e cheguei a estar 45 minutos naquilo. Aqueci três vezes o prato. Dei o benefício da dúvida e, pelo menos, em duas das vezes fiz nova sopa (os bebés também têm as suas preferências e eu aceito bem isso). Fui constante e, sobretudo, muito paciente. Até que, de um momento para o outro, a Camila começou a comer tudo. Estou absolutamente convencida que ela percebeu que a sopa não era ultrapassável ou substituível e hoje adora.  O que também faz as delícias daquela pequena barriguda é o arroz com cenoura ralada e floretes de brócolos (que eu pico até ficarem pequenos pontos) e a farinha de pau com tomate e agrião.,...

Continuar a ler

Taça de quinoa, frango e abacate [receita biológica]

Vocês não imaginam há quanto tempo estou para vos falar sobre a quinoa. Ou melhor, para vos mostrar uma receita com quinoa. Em Inglaterra e nos Estados Unidos estas “quinoa bowls” (taças de quinoa) são muito famosas. A ideia passa por juntar e alinhar vários ingredientes numa taça que transformem uma banalidade em algo sumptuoso, que nos faça salivar assim que a nossa retina fita aquelas cores.  Depois, é só fotografar com a taça em riste numa mão e a câmara na outra. Ou, no meu caso, algo um pouco mais complexo e completo que isso e que faz o meu dia (e o meu trabalho) valer a pena. A quinoa é um super cereal, não contém glúten e é o único alimento de origem vegetal que possui todos os aminoácidos que o nosso corpo necessita. Para além disso, é uma verdadeira fonte de proteína, o que a torna no alimento ideal para quem faz exercício físico, uma vez que actua na manutenção da saúde do tecido muscular e previne ou repara microlesões causadas pelo desgaste dos músculos (Inês, estás a ler-me?) Há vários tipos de quinoa (desde branca a vermelha) e a boa notícia é que os preços se democratizaram ao longo dos,...

Continuar a ler

Açorda de bacalhau fresco [receita biológica]

Há dias, fomos jantar a casa de uns primos que brincam com o facto das minhas receitas serem sempre (ou quase sempre saudáveis). Na ementa havia natas à mistura, mas o Daniel garantiu que eram integrais (ah, ah!) e de soja e magras. A verdade é que da última vez que eles jantaram cá em casa eu fiz-lhes uma pizza integral de fiambre de peru com mozzarella fresca e manjericão. É a minha preferida e, não querendo evangelizar ninguém, tinha a certeza que os convencia que a comida saudável pode ser tão (ou mais) saborosa que a tradicional. Aquela pizza de ingredientes frescos, cuja massa eu fiz e estendi é infinitamente melhor que a do supermercado e, mais importante que isso, não é nociva para a saúde. Espero que o Daniel (ou a Sara) venha aqui à caixa de comentários afirmar a veracidade deste episódio 🙂 Ainda assim, eu não sou fundamentalista. Dietas altamente restritivas ou modas não me levam. Consumirmos leite de soja ou de amêndoa ou de arroz só porque não tem lactose (e nós até nem somos intolerantes) é um erro. Primeiro, porque a quantidade de gorduras é muito superior ao leite tradicional e, depois, porque a,...

Continuar a ler