Lá em casa foi sempre o meu pai o responsável pelas compras de supermercado e fazer-lhe companhia era das coisas mais animadas nos dias pacatos de Verão. Lembro-me bem de escolhermos a fruta em conjunto, o meu pai sempre à procura das melhores ameixas e melão e eu dos poucos pêssegos que permaneciam incólumes após mãos poucos civilizadas.
Naqueles tempos, as prateleiras exclusivamente dedicadas aos frutos vermelhos já existiam, mas eram praticamente proibidas tal era o preço que nos mostrava a etiqueta (aliás, ainda hoje, na maioria do ano o são).
Agora, as idas ao supermercado incluem, obrigatoriamente, uma passagem pelo corredor ou arca dos frutos vermelhos. Há descontos amiúde e ignorá-los seria criminoso. 
Na semana passada, trouxe duas caixas de mirtilos comigo numa dessas promoções. Fotografei-os no Instagram, sobre a habitual mesa branca, e pus-me a pensar no desfecho que ia dar àqueles bagos antioxidantes e sumarentos, ricos em fibra, vitamina C e K.
Depressa me lembrei de fazer um gelado, ou não estivéssemos nós no Verão mais quente de que há memória. 
36º C no Porto? Logo este ano que não posso fazer praia?
Obrigada, São Pedro. De santo tens pouco. Mas eu vingo-me na cozinha e não guardo rancor, descansa.

Vara misturadora +Kochblume 

Prato @daterrawithlove, colecção Blue Lagoon

INGREDIENTES
[4 gelados em formas individuais]

3 iogurtes gregos naturais (sem açúcar adicionado)
125 g de mirtilos biológicos frescos ou congelados (usei frescos) + 12 mirtilos para finalizar
2 colheres de sopa de mel (cheias)
1 vagem de baunilha (só as sementes)
4 colheres de sobremesa de granola

PREPARAÇÃO

  1. Num prato côncavo, misturamos o iogurte, o mel e a baunilha (abrimos a vagem e raspamos as sementes do interior) e mexemos com uma pequena vara de arames ou colher.  Provamos e, se necessário, acrescentamos mais mel.
  2. Adicionamos 125 g de mirtilos e voltamos a envolver.
  3. Transferimos esta mistura para o processador de alimentos e trituramos duas ou três vezes, sem liquefazer totalmente.
  4. Cortamos os 12 mirtilos que sobraram em metades.
  5. Forramos o fundo da forma de gelado (que será o topo depois) com uma colher de granola. 
  6. Enchemos com colheradas da mistura de iogurte e, pelo meio, vamos colocando os mirtilos (3 mirtilos partidos ao meio por forma, ou seja, 6 metades).
  7. Repetimos o processo para as restantes formas.
  8. Levamos ao congelador por cerca de 1 hora. Retiramos e colocamos os pauzinhos.
  9. Deixamos congelar totalmente até servir (pelo menos 5-6 horas ou a noite inteira, que será o ideal).

GuardarGuardar
GuardarGuardar
GuardarGuardar
GuardarGuardar